sexta-feira, 25 de agosto de 2017

Rebel Media: "Trump está garantindo o direito à legítima defesa"

Em vídeo disponibilizado no último dia 21, o veículo de comunicação norte-americano Rebel Media abordou a política de Donald Trump referente ao direito à legítima defesa, nos Estados Unidos, e a opinião do estudioso John Lott - autor de estudos sobre a ineficácia das políticas desarmamentistas - sobre a postura do novo presidente neste tema. Para Lott, o atual chefe do Executivo está "protegendo os direitos conferidos pela Segunda Emenda aos cidadãos americanos".

Lott argumenta que "Donald Trump sempre se manteve fortemente favorável ao direito dos cidadãos à legítima defesa. Durante sua campanha, o presidente falou sobre esse tema muitas vezes [colocando-se como um defensor dos direitos estabelecidos pela Segunda Emenda à Constituição dos Estados Unidos] e se manifestou outras vezes de forma similar, desde o início do mandato. Antes de chegar à Presidência, Trump já tinha essa postura, e havia obtido uma licença de porte oculto, para sua própria defesa, o que mostra que ele entende os benefícios que isso pode trazer para a segurança de qualquer pessoa".

O pesquisador acrescenta: "uma das coisas mais benéficas que Trump fez foi contornar as políticas criadas por Obama, incluindo uma que iria retirar o direito à posse de armas de mais de cinco milhões de aposentados americanos. Um idoso que, por exemplo, passasse a administração de seus bens a seus filhos, em decorrência da idade, perderia o direito à legítima defesa armada. A idade não implica em incapacidade de exercício da legítima defesa - sob a administração Obama, esse direito seria extinto. Outra operação feita por Obama foi criação de pressões econômicas contra os fabricantes de armas dos Estados Unidos, impedindo a ação conjunta com instituições financeiras e tornando, de fato, quase impossível o funcionamento das empresas do ramo da defesa". Ele conclui: "é extremamente positivo que Trump faça questão de seu próprio direito à legítima defesa, enquanto também luta pelo direito à defesa dos cidadãos americanos. Muitos políticos gostam de garantir seus seguranças, mas não se importam com a defesa das vidas dos cidadãos comuns, ou com o direito à proteção da própria vida dos americanos menos favorecidos".

John Lott é presidente do Centro de Pesquisas para Prevenção do Crime, nos Estados Unidos, e apontou, em seus trabalhos, a ineficácia das políticas desarmamentisas na redução da violência urbana, bem como o sucesso de políticas de fomento à legítima defesa e os resultados positivos de penas mais severas contra crimes violentos. Lott é autor de livros como "Mais Armas, Menos Crimes" e "Preconceito Contra as Armas", que estão disponíveis em português.

Veja na íntegra - matéria do canal Rebel Media sobre a política sobre o direito à legítima defesa reestabelecida por Donald Trump, com participação do autor John Lott:



Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...