domingo, 9 de julho de 2017

Donald Trump - "Se tivermos famílias e valores fortes, nós seremos invencíveis"

Em discurso realizado na Polônia, o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, celebrou o país do leste europeu como um bastião da Civilização Ocidental e da resistência contra ideologias totalitárias. Trump descreveu a Polônia como um exemplo de fidelidade à "tradição" e honra a "heróis da nossa história", que teria conseguido sobreviver à uma série de invasões, incluindo a décadas de ocupação pelo regime comunista soviético. O chefe do Executivo da maior potência ocidental também afirmou que o hemisfério precisa da fé, da tradição e de "famílias e valores fortes" caso deseje preservar sua liberdade, como o "exemplo polonês". O vídeo foi disponibilizado com legendas em português pelo canal Embaixada da Resistência ontem, dia 8, no Youtube.

Para Donald Trump, "a Polônia é o coração geográfico da Europa. Mais importante do que isso é observar, no povo polonês, a alma da Europa. A História da Polônia é a História de um povo que nunca perdeu a esperança, que nunca foi quebrado e que nunca esqueceu de sua identidade. Esta é uma nação com mais de mil anos. Suas fronteiras foram apagadas por mais de um século, e foram restauradas há menos de cem anos. Em 1920, no milagre do rio Vístula, os poloneses conseguirar vencer o exército soviético, que estava decidido a conquistar a Europa. 19 anos depois, em 1939, os poloneses sofreram a dupla invasão, feita pela Alemanha nazista, no oeste, e pela União Soviética, no leste [no pacto Ribbentrop-Molotov, que estabeleceu a aliança entre Hitler e Stalin para a divisão da Europa Oriental]".

O presidente acrescenta que "sob esta ocupação, o povo polonês sofreu horrores além da nossa capacidade de descrição. O massacre da floresta de Katyn [tantativa do regime comunista soviético de promover o genocídio cultural dos poloneses, com a execução de 22.000 oficiais da reserva das forças armadas da Polônia. Conforme o historiador Roger Moorhouse, entre os reservistas assassinados, estava grande quantidade de músicos, poetas, padres, escritores e mesmo professores universitários], os guetos e o holocausto estiveram entre os gestos de barbárie cometidos". Não obstante, para Trump, "vocês não perderam seu espírito. Apesar de tudo, a Polônia não pode ser quebrada. Em 1979, quando um milhão de seus cidadãos se reuniram para sua primeira missa com um papa polonês, os comunistas devem ter percebido que seu sistema rapidamente entraria em colapso".

Nos últimos anos do regime comunista, de acordo com Trump, mais de "um milhão de poloneses não se ergueram em uma só voz para pedirem riqueza. Eles não pediram privilégios. Eles disseram três palavras simples: 'nós queremos Deus'". O presidente dos Estados Unidos afirmou que a Civilização Ocidental tem sobrevivido porque "nos lembramos de quem nós somos" e porque "celebramos nossos heróis do passado, nossas tradições e nossos costumes. Nós amamos o império da lei de protegemos o direito à liberdade de expressão. Colocamos nossa fé nas famílias, não em uma burocracia governamental. Acima de tudo, valorizamos a dignidade de cada vida humana. Partilhamos a esperança, em cada uma de nossas almas, de viver em liberdade. Isso é o que nós somos".

Veja na íntegra - Donald Trump em discurso ao povo polonês:



Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...