quinta-feira, 31 de maio de 2018

Bernardo Pires Küster: "Ciro é o retorno do Foro de São Paulo ao poder absoluto"

Em vídeo disponibilizado no Youtube no último dia 29, Bernardo Pires Küster, colunista do canal Terça Livre, discutiu a entrevista de Ciro Gomes para o programa Roda Viva. Küster afirma que a candidatura de Gomes é uma tentativa de garantir o retorno da organização internacional "Foro de São Paulo" e dos maiores aliados do Partido dos Trabalhadores ao cargo mais importante do Executivo brasileiro.

Bernardo argumenta que o partido de Ciro Gomes, bem como as agremiações PC do B, PCB, o Partido dos Trabalhadores e outros movimentos de esquerda, são integrantes do Foro de São Paulo, que desempenha o papel de "coordenação estratégica das iniciativas comunistas na América Latina" - avaliação que é compartilhada pelo filósofo Olavo de Carvalho. O integrante do canal Terça Livre destaca que Ciro "apresenta uma retórica até mais violenta do que muitas personalidades da esquerda".

Para o colunista, as recentes paralisações no Brasil foram motivadas pelo descontentamento popular contra movimentos políticos similares ao partido de Ciro Gomes: "essas manifestações foram até mesmo contra o PDT, o partido do qual o senhor faz parte - foram contra o pessoal do Foro de São Paulo, do qual o PDT, o seu partido, é integrante. O senhor, que diz querer fazer um governo diferente, é parte de uma [grande] organização criminosa latino-americana".

Bernardo Pires Küster, da mesma forma que Olavo de Carvalho, destaca o papel do Foro de São Paulo - organização da qual o partido de Ciro Gomes é integrante - na desestabilização política, econômica e moral do Brasil, nas últimas décadas. Olavo de Carvalho, considerado o maior autor conservador do país, ressaltou em diversas ocasiões o papel de partidos como o PT e o PDT na organização do Foro - o escritor argumenta que a organização internacional é colaboradora das FARC, grupo narco-guerrilheiro comunista da Colômbia, e do MIR chileno, grupo envolvido em sequestros e assaltos. O Foro de São Paulo, na opinião do autor, também é o principal promotor continental de ideologias relativistas e que asseguram proteção estatal a criminosos, como estratégia de estímulo a situações de caos social para o início de revoluções que iniciem ditaduras de esquerda, de maneira similar ao que ocorreu na Venezuela ao longo das últimas décadas.

Veja na íntegra - Bernardo Pires Küster comenta entrevista de Ciro Gomes para o programa Roda Viva:



Mais sobre o tema - reportagem do canal Terça Livre sobre o apoio do Partido Comunista Chinês à candidatura de Ciro Gomes à Presidência:



Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...