sábado, 9 de junho de 2018

Jair Bolsonaro: "fim do voto impresso coloca em risco a legalidade das eleições"

Em vídeo disponibilizado em seu perfil oficial na rede social Facebook hoje, Jair Messias Bolsonaro, candidato à presidência da república, afirmou que a decisão do Judiciário pelo fim do voto impresso "coloca em risco as eleições, com grande possibilidade de fraude". Bolsonaro argumentou que o voto impresso é a única ferramenta possível para uma eventual auditoria do processo eleitoral, caso haja suspeita de fraude.

O militar afirma: "nós tínhamos conseguido aprovar o voto impresso - ele é uma maneira, ao haver desconfiança de fraude, de pedir uma recontagem manual dos votos. O voto impresso poderia confirmar a legalidade do processo eleitoral, com a verificação de equivalência em 100% com os votos apurados através da urna eletrônica. Esse projeto estava aprovado. O Gilmar Mendes negligenciou esse projeto no TSE, e conseguiu recurso para aplicação do voto impresso em apenas 5% das seções eleitorais. De 600.000 urnas, apenas 30.000 contariam com o voto impresso", conforme o ataque feito ao projeto pelo integrante do STF, Mendes.

Jair Bolsonaro afirma que a campanha contra o voto impresso, conduzida por ocupantes dos mais elevados cargos do Judiciário, continua: "a senhora Raquel Dodge, em questão de 40 ou 50 dias, entrou com uma ação no Supremo Tribunal Federal questionando essa lei. O argumento dela foi o seguinte: 'a impressão do voto colocaria em risco a segurança das eleições'. O que se passa é exatamente o contrário. Eu não sei em que mundo da Lua vivem esses colegas do Judiciário. Parece que o risco de fraude [com o voto apenas na urna eletrônica] está presente".

Veja na íntegra - Jair Bolsonaro discute a decisão do Judiciário pelo fim do voto impresso:


Mais sobre o tema - Olavo de Carvalho comenta o processo eleitoral brasileiro e a imposição da urna eletrônica:



Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...