quinta-feira, 22 de fevereiro de 2018

Número de americanos que solicitam auxílio a desempregados se aproxima de recorde em 45 anos

De acordo com notícia publicada hoje no veículo de comunicação norte-americano CNBC, o nível de emprego nos Estados Unidos continua a cair, e o número de solicitantes de benefícios similares ao auxílio-desemprego está próximo de baixa-recorde de 45 anos. O indicador de diminuição no nível de desemprego foi influnciado pelo sucesso da política econômica de Donald Trump, que está conseguindo levar de volta para os Estados Unidos as cadeias produtivas de grandes empresas, incluindo de gigantes do setor automotivo e do varejo, como a Ford e a Walmart.

A CNBC informa: "o número de americanos que solicitam benefícios para desempregados caiu, de forma surpreendente, para um patamar próximo a um recorde de 45 anos de baixa". Houve, de acordo com o portal, sete mil pedidos de auxílio a desempregados a menos do que esperado pelo governo. O site jornalístico indica que desempenho positivo similar não era observado desde janeiro de 1973. O artigo também afirma que é a 155ª semana consecutiva em que o número de beneficiários de programas de assistência a desempregados fica abaixo de 300.000, o que, de acordo com a CNBC, "é um fator associado a um período em que o mercado de trabalho está forte".

O portal acrescenta que os Estados Unidos estão próximos ao nível de pleno-emprego, com uma taxa de desemprego de 4,1% - nível mais baixo nos últimos 17 anos. A situação também estaria favorecendo a elevação dos salários dos trabalhadores, fator que pode, eventualmente, influenciar um aumento futuro da inflação.

Mais sobre o tema - reportagem do canal Fox Business, do Youtube, sobre a política de Donald Trump para trazer cadeias produtivas de grandes empresas de volta para os Estados Unidos:



Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...