quinta-feira, 30 de novembro de 2017

Felipe Moura Brasil - "Gilmar Mendes insulta a inteligência dos brasileiros quando diz que não há influência política no STF"

Em vídeo disponibilizado no canal oficial da Rádio Jovem Pan, no Youtube, o jornalista Felipe Moura Brasil criticou postura do ministro Gilmar Mendes, da corte máxima do país, que afirmou que "não existe influência política no STF" - de acordo com Moura Brasil, a declaração de Mendes "insulta a inteligência da população brasileira". Felipe Moura Brasil já comentou, em tom de denúncia, decisões do ministro que teriam sido motivadas, segundo ele, por influência política, como posicionamentos referentes a réus em processos iniciados graças à Operação Lava Jato. Uma dessas decisões teria garantido a liberação de Jacob Barata Filho da cadeia: Gilmar Mendes foi padrinho de casamento da filha do réu. O comentário de Felipe Moura Brasil foi publicado ontem, dia 29.

De acordo com o colunista, "Gilmar Mendes sugere que 'não há grande influência política, ou pelo menos não de maneira visível, no STF. Esse é o mesmo Gilmar que soltou duas vezes Jacob Barata Filho, envolvido na máfia dos transportes do Rio de Janeiro, tendo sido padrinho de casamento da filha do réu. Esse é o mesmo STF de Ricardo Lewandowski, criticado pelo próprio Gilmar pelo fatiamento da votação do impeachment de Dilma Rousseff, que depois do acerto com Renan Calheiros, manteve os direitos políticos da petista, apesar da cassação do mandato, contrariando a Constituição Federal e até o entendimento da OAB".

Felipe Moura Brasil acrescenta que "esse é o mesmo STF do grande amigo de Gilmar Mendes, Dias Toffoli, advogado de carreira do Partido dos Trabalhadores, que, saltando suas instâncias, mandou soltar o petista Paulo Bernardo, marido de Gleisi Hoffmann [uma das parlamentares mais destacadas do PT, Gleisi teve seu cônjuge preso pela Polícia Federal, por envolvimento em um dos escândalos investigados pela Operação Lava Jato]. Esse é o mesmo STF de Gilmar, Lewandowski e Toffoli, que deram os votos da segunda turma para libertar José Dirceu da prisão preventiva, permitindo que o mensaleiro (também envolvido no petrolão) literalmente debochasse da lei do país".

O jornalista conclui: "eu poderia citar uma dezena de casos onde houve grande influência política no STF. Prefiro apenas deixar o recado, ainda que inútil: Gilmar Mendes, pare de insultar a inteligência do povo brasileiro".

Veja o comentário de Felipe Moura Brasil na íntegra:



Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...