sábado, 14 de abril de 2018

Paul Joseph Watson - "Jihadistas podem criar 'ataques químicos falsos' para tentar culpar governo de Assad e provocar conflito internacional"

Em vídeo disponibilizado no último dia 8 em seu canal oficial no Youtube, o jornalista Paul Joseph Watson discutiu a escalada dos conflitos na Síria que levaram à intervenção americana contra bases do governo Assad. Na opinião de Watson, o que pode estar acontecendo são "ações de grupos jihadistas, que já criaram 'ataques falsos' para incriminar o regime de Assad, articuladas no sentido de induzir o governo americano a ataques contra o país". O colunista da rede InfoWars sugere que essa medida foi adotada como "estratégia desesperada" dos militantes salafistas, que estariam sendo derrotados sistematicamente pelas forças armadas da Síria e da Rússia.

As alegações de que o governo sírio realizou ataques com armas químicas contra civis foram o principal fator que levou aos recentes ataques do governo dos Estados Unidos contra bases militares leais ao governo de Bashar al-Assad. O governo americano afirma que não tem o interesse de iniciar uma guerra contra o aliado da Rússia no Oriente Médio, mas que tem o objetivo de impedir o desenvolvimento de armas químicas pelo regime, que estaria fazendo uso desses dispositivos contra regiões ocupadas por rebeldes - incluindo militantes de organizações salafistas, como o Estado Islâmico.

Paul Joseph Watson argumenta: "com o exército sírio e da Rússia à beira de uma vitória contra o Estado Islâmico e outros rebeldes salafistas, o regime de Assad lançaria 'um ataque químico massivo' que provoca condenações mundiais ao país, convidando o governo dos Estados Unidos a realizarem ataques contra alvos militares no país. Nós deveríamos 'engolir essa narrativa' sem questionamentos. Não - tudo o que está acontecendo é uma insanidade. Nós não estamos negando categoricamente que os ataques aconteceram, mas o próprio Donald Trump falou, no passado, sobre os problemas gigantescos causados por um possível conflito militar entre os Estados Unidos e a Síria [aliada da Rússia]".

Watson acrescenta que Donald Trump, no passado, sugeriu: "um conflito na Síria traria muitas, muitas coisas ruins. Dessa luta, os Estados Unidos não conseguiriam nada". O colunista da rede InfoWars afirma que "considerando que o Estado Islâmico está à beira da derrota, não faz sentido acreditar que a Síria ou a Rússia seriam os responsáveis por esse ataque químico. Nada mudou na política internacional que justificaria a mudança nas avaliações expressadas por Trump".

Veja na íntegra - Paul Joseph Watson discute o conflito na Síria:



Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...